conecte-se conosco

Resenhas

PERFIL: Udo Kier

Publicados

em

Udo-Kier
Você pode até não conhecer esse nome, mas se você é fã de verdade de terror, com certeza, já viu esse galego em algum filme. Vire e mexe, nós do podcast Toca o Terror, citamos o alemão Udo Kier, já que o mesmo é uma figurinha carimbada nas produções do gênero fantástico.
Kier nasceu na cidade de Colônia em 1944 e estreou no cinema com o filme “La stagione dei sensi”, de 1969, uma produção alemã e italiana. Entre os filmes de horror em que atuou estão o clássico “Suspiria”, de Dario Argento, “Flesh for Frankenstein” e “Sangue para Drácula”, onde interpretou o próprio conde.
Com John Carpenter, trabalhou no episódio “Cigarette Burns” da série Masters of Horror, tema dos nossos dois últimos programas. Udo Kier ainda tem no currículo: “Blade – O Caçador de Vampiros”, “A Sombra do Vampiro”, o remake de Halloween, além das bombas: “Iron Sky” (aqueles dos nazistas na lua), “BloodRayne” (dirigido pelo famigerado Uwe Boll) e “Dracula 3000”.
UdoKier-bloodrayne_07

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: Ameaça Profunda (2020)

Publicados

em

Ameaça Profunda
[Por Felipe Macedo]
Alien” (1979) foi um divisor de águas no quesito de mesclar gêneros, nesse caso, ficção e horror. Sequências foram realizadas assim como cópias com qualidades que iam do mediano ao lixo total. E agora nesse inicio de década, surge “Ameaça Profunda” (Underwater), um filme com toda pinta do primo famoso, estrelado por Kristen Stewart e coincidentemente do mesmo estúdio. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

SÉRIE: Dracula (2020)

Publicados

em


[Por Jarmeson de Lima]
Quando uma produção como “Dracula” é lançada, a nossa primeira preocupação é imaginar o quão fiel pode ser a adaptação da obra original. E no caso, estamos falando de um livro de Bram Stoker que serviu de inspiração para inúmeros filmes nos últimos 100 anos. Sendo assim, o que a dupla Mark Gatiss (Sherlock) e Stephen Moffat (Doctor Who) poderiam nos trazer de novo? Logo nos créditos, os dois deixam claro que esta minissérie da BBC e exibida na Netflix é “baseada” e não “adaptada” da obra original, o que nos faz crer que haja certas liberdades no roteiro sem a intenção de ser uma transcrição fiel da trama com o mesmo personagem que “ganhou vida” em 1897.
(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: O Farol (2019)

Publicados

em


[Por Rodrigo Rigaud]*
Após A Bruxa, difícil resistir a lançar holofotes sobre o novo longa de Robert Eggers – ainda o segundo de sua carreira. Para quem mergulhou no universo de isolamento, fanatismo, loucura e fantasia – um horror, de fato – de seu filme debut, O Farol (The Lighthouse) poderá soar como um naufrágio na potência de seu cinema. (mais…)

Continue lendo

Trending