conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: The Strain (2014) – 1ª temporada

Publicados

em

THE-STRAIN-Season-1-Poster-2Por Geraldo de Fraga

The Strain, série de vampiros do canal FX, está ainda na metade da sua primeira temporada, mas já foi renovada para outros 13 episódios em 2015. O programa é a mais nova empreitada de Guillermo del Toro, que além de ser o produtor e um dos diretores, é o autor do livro no qual a série foi baseada. Três livros, na verdade. A Trilogia da Escuridão, escrita em parceria com Chuck Hogan.

A história começa com um avião aterrissando misteriosamente no aeroporto de Nova York, com apenas quatro sobreviventes. A partir daí, acompanhamos o investigador do Centro de Controle de Doenças Ephraim Goodweather (Corey Stoll) tentando descobrir o que causou a morte dos outros passageiros e também, porque os outros quatro ficaram vivos.

Assim como em Blade 2, também dirigido por ele, Del Toro foge dos vampiros tradicionais. Esqueça a aparência humana, os dentes caninos pontiagudos, o charme e todo o folclore herdado de Drácula. As criaturas de The Strain possuem visual e mitologia própria, mais próximos dos filmes de ficção científicas do que do clássico horror gótico.

?????????????????????????????????????????????????????

O que ocorreu no avião foi na verdade o primeiro passo de um plano para liberar uma epidemia vampiresca na cidade. Usando as dimensões geográficas de Nova York, a série possui vários núcleos, mas o principal é mesmo o de Goodweather e sua equipe: Nora Martinez (Mía Maestro), Jim Kent (Sean Astin) e o caçador de vampiros Abrahan Setrakian (David Bradley). É deles a missão de encarar o imortal Thomas Eichorst (Richard Sammel), responsável por trazer a praga para a Big Apple.

Um dos trunfos da série é que, apesar de abrir um grande leque de personagens, todos os núcleos mantém tramas paralelas interessantes. Outro ponto a favor é o visual animalesco e pouco convencional das criaturas, que deixou os vampiros bem mais asquerosos. Isso facilita para que o público os veja como os inimigos a serem abatidos sem piedade. Soma-se a isso às boas atuações e temos uma das melhores histórias de Horror/Sci-Fi do ano.

Talvez a abordagem científica seja, não um ponto negativo, mas algo de difícil digestão até o momento. Algumas coisas ainda carecem de uma melhor explicação, como o fato de que existem vampiros racionais e outros que agem simplesmente como animais sedentos e atacam a torto e a direito. Mas como ainda estamos na metade da série, esperemos. Pois Del Toro, até agora, não nos deu motivo para abandonar o barco.

Nota: 8,0

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=DqcuyXeN8O8&w=560&h=315]

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. Julia

    29 de agosto de 2014 a 07:26

    Uau! 8!? 😉

  2. dan

    10 de junho de 2015 a 16:17

    terminei a 1 tempporada hoje e com certeza me deixou com vontade de ver mais…achei a metade da serie pro fim um pouco de mesmiçe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: In Search of Darkness (2019)

Publicados

em

Search of Darkness

[Por Frederico Toscano]*

In Search of Darkness é um documentário com uma proposta simples e direta: destrinchar a produção de horror dos Estados Unidos da década de 80. Lançado em maio do ano passado, acabou não chamando tanta atenção no Brasil (ou mesmo lá fora), provavelmente por não ter recebido uma distribuição e divulgação mais abrangentes. O que é compreensível, já que o projeto não saiu de um estúdio convencional, sendo fruto de uma bem-sucedida campanha de arrecadação dos sites Kickstarter e Indiegogo.

Com a meta alcançada e os fundos garantidos, o diretor e roteirista David Weiner deve ter pensado que os apoiadores mereciam ver seu dinheiro bem empregado. E entregou um filme de quatro horas e meia de duração. E pensar que teve gente reclamando de O Irlandês(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Os Estranhos – Caçada Noturna (2018)

Publicados

em

Caçada Noturna

[Por Felipe Macedo]

O medo da violência atinge a todos nós, cada vez mais assustados com a quantidade de casos assim em todo o mundo. Sendo assim, o único lugar em que nos sentimos seguros é nossa casa, certo? Mas imagina se um trio de assassinos mascarados começa a fazer jogos macabros para te aterrorizar e logo depois te caçar sem piedade? Essa é a trama do primeiro Os Estranhos (2008) e que foi alterada quase que por completo em sua tardia sequência. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: As Fábulas Negras (2015)

Publicados

em

Fábulas Negras

Por Jota Bosco

Rodrigo Aragão, diretor de Mangue Negro (2008), A Noite do Chupacabras (2011) e Mar Negro (2013) lança seu mais novo longa, As Fábulas Negras. Projeto que envolve, além dele, claro, alguns dos principais nomes do gênero no país como Petter Baiestorf e Joel Caetano. E pra fechar com chave de ouro, nada mais que José Mojica Marins (Sim!! José Mojica Marins, porra!!!!). (mais…)

Continue lendo

Trending