conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: A Mulher de Preto 2 – O Anjo da Morte (2014)

Publicados

em

the-woman-in-black-2-poster-watermarked-691x1024Por Jota Bosco

A mesma casa, o mesmo vulto, os mesmos sustos, o mesmo jardim…

40 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme, o fantasma de Jennet Humfrye volta a atormentar a vida daqueles que se atrevem a morar na mansão Eel Marsh nessa nova produção da lendária Hammer. Estamos na 2ª Guerra Mundial e muitas crianças estão sendo levadas, por segurança, para cidades menores da Inglaterra. Um grupo de crianças é levado pela professora Eve Parkins (Phoebe Fox, que entre outros trabalhos fez 1 episódio da ótima série britânica, Black Mirror) e pela diretora Jean Hogg (Helen McCrory, a Narcissa Malfoy, de Harry Potter) para esse lugar pra lá de aconchegante cheio de teia de aranha, com teto e parede furados e cheio de bonecas vitorianas feiosas.unnamed_3

Já devidamente instalados (se é que isso é possível!), acontecimentos estranhos começam a atormentar a professorinha e principalmente o pequeno Edward (Oaklee Pendergast, de Wer). Claro! A casa tá cheia de criança mas o fantasma tem que ficar puxando o pé do coitado do menino mais traumatizado (a ponto de não falar, apenas escrever e desenhar) que recentemente perdeu os pais em um bombardeio.

unnamed

“Eu gosto de estudar e gosto de batata. De fantasma, não”

O diretor Tom Harper (da série de TV, Misfits) consegue criar um bom clima sombrio envolvendo a mansão e seus novos moradores. O filme segue em boa parte de sua duração como um bom filme de casa mal-assombrada, até o momento em que o fantasma faz sua primeira vítima! Interessante observar que esse filme dificilmente seria produzido nos Estados Unidos pois [SPOILER] criancinhas morrem! [/SPOILER]. O problema é que no terceiro e último ato, ao invés de elaborar um fechamento digno do ambiente que criou, Harper cai nos sustos baratos e previsíveis e em cenas de fantasmas fazendo careta pra câmera. Aí tudo vai por água abaixo.

unnamed

“Ai! Que susto!”

Diferente do primeiro filme que foi baseado no best-seller de Susan Hill, A Mulher de Preto 2 é baseado num livro, feito por encomenda para o autor Martyn Waites, que seria um tipo de sequência para o filme de 2012! Pois é… Apesar da equação “filme anterior de sucesso + crianças + casa sinistra + fantasma”, que seria quase uma garantia de sucesso, vemos que não é bem assim que o trem-fantasma anda…

Ponto positivo de A Mulher de Preto 2: Ao menos você não passa o filme inteiro esperando que possa acontecer uma cena como essa:

unnamed_
Escala de tocância de terror:

Título original: The Woman in Black 2- Angel of Death
Direção: Tom Harper
Roteiro: Jon Croker (baseado na obra de Susan Hill)
Elenco: Helen McCrory, Jeremy Irvine e Phoebe Fox
Origem: Reino Unido, EUA e Canadá

Simpático de corpo™ Vimeo: https://vimeo.com/jotabosco/ Youtube: https://www.youtube.com/user/sonicbosco/videos

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. opoderosochofer

    29 de janeiro de 2015 a 05:53

    “A mesma casa, o mesmo vulto, os mesmos sustos, o mesmo jardim…”

    “Eu gosto de estudar e gosto de batata. De fantasma, não”

    É por essas e outras que Bosco deveria escrever mais reviews para o blog hahahahahahahaha

  2. Pingback: INTERNET: Busca de resultados curiosos | Toca o Terror

  3. fabio amaro

    27 de março de 2018 a 18:31

    a mulher de preto é apenas mais do mesmo. filme clichê onde uma alma ressentida vai se manifestando gradualmente, uma porta batendo, uma cadeira de balanço se mechendo, até ela própria aparecer. sinceramente, respeito o estilo mas todos são iguais, previsíveis, só muda as marias e os joãos que protagonizam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: Ameaça Profunda (2020)

Publicados

em

Ameaça Profunda
[Por Felipe Macedo]
Alien” (1979) foi um divisor de águas no quesito de mesclar gêneros, nesse caso, ficção e horror. Sequências foram realizadas assim como cópias com qualidades que iam do mediano ao lixo total. E agora nesse inicio de década, surge “Ameaça Profunda” (Underwater), um filme com toda pinta do primo famoso, estrelado por Kristen Stewart e coincidentemente do mesmo estúdio. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

SÉRIE: Dracula (2020)

Publicados

em


[Por Jarmeson de Lima]
Quando uma produção como “Dracula” é lançada, a nossa primeira preocupação é imaginar o quão fiel pode ser a adaptação da obra original. E no caso, estamos falando de um livro de Bram Stoker que serviu de inspiração para inúmeros filmes nos últimos 100 anos. Sendo assim, o que a dupla Mark Gatiss (Sherlock) e Stephen Moffat (Doctor Who) poderiam nos trazer de novo? Logo nos créditos, os dois deixam claro que esta minissérie da BBC e exibida na Netflix é “baseada” e não “adaptada” da obra original, o que nos faz crer que haja certas liberdades no roteiro sem a intenção de ser uma transcrição fiel da trama com o mesmo personagem que “ganhou vida” em 1897.
(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: O Farol (2019)

Publicados

em


[Por Rodrigo Rigaud]*
Após A Bruxa, difícil resistir a lançar holofotes sobre o novo longa de Robert Eggers – ainda o segundo de sua carreira. Para quem mergulhou no universo de isolamento, fanatismo, loucura e fantasia – um horror, de fato – de seu filme debut, O Farol (The Lighthouse) poderá soar como um naufrágio na potência de seu cinema. (mais…)

Continue lendo

Trending