conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: Haunter (2013)

Publicados

em

haunter movie poster_thumb[1][1]Por Queops Negronski

Lisa (Abigail Breslin, de Sinais) é uma adolescente americana igual a tantas outras, tem uma família de comercial de margarina, mora numa casa confortável, gosta de rock’n’roll (especialmente artistas ingleses) e está morta. O que mais a incomoda nisso é perceber que seus pais (Peter Outerbridge e Michelle Nolden) e o irmão pequeno (Peter DaCunha) ainda não perceberam que também já não mais vivem e por isso, não se incomodam de reviver o mesmo dia infinitamente, comendo a mesma comida e tendo os mesmo diálogos e dúvidas, enfim, a mesmice que todo adolescente, aliás, toda pessoa odeia.

MV5BMjA2NzkzMjkwOV5BMl5BanBnXkFtZTgwMTYxODU0MDE@__V1__SX1857_SY943_Decidida a por um fim à situação, a jovem começa a investigar o que aconteceu e aos poucos, descobre que as mortes dela e de sua família não foram acidentais. E nem as únicas. E a cada fato descoberto o loop da eternidade naquele limbo é discretamente mudado.

Boa premissa, né? Infelizmente, o filme decide desvendar tudo rapidamente em seu terço final, desperdiçando toda a aura de suspense e incerteza criada até ali com soluções que seguem a cartilha da facilidade. Mesmo assim, tem boas atuações e efeitos especiais, numa produção digna. Haunter é um terror perfeito para tardes modorrentas de domingo e madrugadas insones.

MV5BMjQ2ODI3NTYxNF5BMl5BanBnXkFtZTgwNTUxODU0MDE@__V1__SX1857_SY943_Poderia ser mais, mas os realizadores se contentaram em fazer apenas um passatempo legal, o que não é pouco, dadas às produções decididamente horrorosas que grassam no gênero.

Escala de tocância de terror:

Direção: Vincenzo Natali
Roteiro: Brian King
Elenco: Abigail Breslin, Peter Outerbridge e Michelle Nolden
Origem: Canadá e França

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. pepezinhaaa

    22 de janeiro de 2015 a 14:09

    Fiquei curiosa, vou ver o filme 😀
    Beijocas*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: In Search of Darkness (2019)

Publicados

em

Search of Darkness

[Por Frederico Toscano]*

In Search of Darkness é um documentário com uma proposta simples e direta: destrinchar a produção de horror dos Estados Unidos da década de 80. Lançado em maio do ano passado, acabou não chamando tanta atenção no Brasil (ou mesmo lá fora), provavelmente por não ter recebido uma distribuição e divulgação mais abrangentes. O que é compreensível, já que o projeto não saiu de um estúdio convencional, sendo fruto de uma bem-sucedida campanha de arrecadação dos sites Kickstarter e Indiegogo.

Com a meta alcançada e os fundos garantidos, o diretor e roteirista David Weiner deve ter pensado que os apoiadores mereciam ver seu dinheiro bem empregado. E entregou um filme de quatro horas e meia de duração. E pensar que teve gente reclamando de O Irlandês(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Os Estranhos – Caçada Noturna (2018)

Publicados

em

Caçada Noturna

[Por Felipe Macedo]

O medo da violência atinge a todos nós, cada vez mais assustados com a quantidade de casos assim em todo o mundo. Sendo assim, o único lugar em que nos sentimos seguros é nossa casa, certo? Mas imagina se um trio de assassinos mascarados começa a fazer jogos macabros para te aterrorizar e logo depois te caçar sem piedade? Essa é a trama do primeiro Os Estranhos (2008) e que foi alterada quase que por completo em sua tardia sequência. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: As Fábulas Negras (2015)

Publicados

em

Fábulas Negras

Por Jota Bosco

Rodrigo Aragão, diretor de Mangue Negro (2008), A Noite do Chupacabras (2011) e Mar Negro (2013) lança seu mais novo longa, As Fábulas Negras. Projeto que envolve, além dele, claro, alguns dos principais nomes do gênero no país como Petter Baiestorf e Joel Caetano. E pra fechar com chave de ouro, nada mais que José Mojica Marins (Sim!! José Mojica Marins, porra!!!!). (mais…)

Continue lendo

Trending