conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: Spring (2014)

Publicados

em

Spring+Horror+Movie+Poster(1)

Por Geraldo de Fraga

Evan (Lou Taylor Pucci) acaba de perder a mãe e, no dia do funeral, se mete em uma briga no bar onde trabalha. Após essa encrenca, ele resolve dar uma sumida e acaba indo fazer turismo na Itália. Depois de criar amizade com dois malucos ingleses, Evan é convidado por eles a conhecer o litoral italiano. Lá, ele encontra uma bela garota chamada Louise (Nadia Hilker), começa um romance com ela e arruma um emprego temporário em uma fazenda para ficar mais perto de sua paixão.

Spring-Seaside

Sim, você acaba de ler a sinopse de um filme de romance. Mas Spring, longa dirigido pela dupla Justin Benson e Aaron Moorhead também é um filme de terror. Se não fosse, não estaria nesse blog. E, justiça seja feita, o roteiro conseguiu juntar dois estilos completamente diferentes em uma obra que prende a atenção do espectador o tempo todo.

Mas, inteligentemente, o longa separa os dois gêneros em tramas paralelas. Quando o casal está junto, vemos o clássico enredo de namoro em lugares românticos, onde a lua sempre está cheia e as ruas com poucas pessoas. Mas nada muito açucarado, que faça você torcer o nariz. Os diálogos são bons e a atuação dos protagonistas convence.

Spring-LouiseBathtub-1-720x300

O terror dá as caras quando acompanhamos a rotina de Louise. Nesse segmento, Spring se torna a história de uma mulher que sofre com a maldição que carrega. A moça está entre nós há dois mil anos e procura desesperadamente aliviar seu fardo, seja por meios científicos ou religiosos. Mas Louise, como deixa bem claro em um diálogo com Evan, não quer abrir mão da sua imortalidade. Apenas quer se livrar do preço que paga por viver eternamente.

Claramente, sabemos que há ali uma metáfora sobre relacionamento e aceitação do outro, mas nem por isso as cenas de terror deixam de ser competentes e originais. Destaque para a primeira vez em que vemos Louise se alimentando. O que complica um pouco a história é o momento em que os dois estilos se encontram, ou seja: quando Evan descobre o segredo da sua amada.

horror-2015-101

Daí em diante, o filme fica meio confuso. A aceitação do rapaz ao “problema” da moça soa meio forçada e algumas piadinhas no melhor estilo “comédia romântica” destoam do que estávamos vendo na tela. Mas estamos falando de uma alegoria, então algumas concessões devem ser feitas e exageros perdoados. A chance de Spring lhe deixar confuso é grande, mas em um mercado com tanta coisa parecida sendo produzida, algo diferente sempre será bem-vindo.

Escala de tocância de terror:

Direção: Justin Benson e Aaron Moorhead
Roteiro: Justin Benson
Elenco: Lou Taylor Pucci, Nadia Hilker, Jaremy Gardner
Origem: EUA

TRAILER

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. Sidney Ruiz

    18 de janeiro de 2016 a 21:51

    Bom filme, enredo interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: In Search of Darkness (2019)

Publicados

em

Search of Darkness

[Por Frederico Toscano]*

In Search of Darkness é um documentário com uma proposta simples e direta: destrinchar a produção de horror dos Estados Unidos da década de 80. Lançado em maio do ano passado, acabou não chamando tanta atenção no Brasil (ou mesmo lá fora), provavelmente por não ter recebido uma distribuição e divulgação mais abrangentes. O que é compreensível, já que o projeto não saiu de um estúdio convencional, sendo fruto de uma bem-sucedida campanha de arrecadação dos sites Kickstarter e Indiegogo.

Com a meta alcançada e os fundos garantidos, o diretor e roteirista David Weiner deve ter pensado que os apoiadores mereciam ver seu dinheiro bem empregado. E entregou um filme de quatro horas e meia de duração. E pensar que teve gente reclamando de O Irlandês(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: As Fábulas Negras (2015)

Publicados

em

Fábulas Negras

Por Jota Bosco

Rodrigo Aragão, diretor de Mangue Negro (2008), A Noite do Chupacabras (2011) e Mar Negro (2013) lança seu mais novo longa, As Fábulas Negras. Projeto que envolve, além dele, claro, alguns dos principais nomes do gênero no país como Petter Baiestorf e Joel Caetano. E pra fechar com chave de ouro, nada mais que José Mojica Marins (Sim!! José Mojica Marins, porra!!!!). (mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: O Grito (2020)

Publicados

em

O grito

Passados 16 anos do lançamento de um remake que rendeu duas continuações (uma delas feita para lançamento em vídeo), temos aqui o quarto filme da franquia americana de “O Grito”. (mais…)

Continue lendo

Trending