conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: The Walking Dead (7ª temporada)

Publicados

em

the-walking-dead-season-7-negan-morgan-935-678x381

Precisamos falar sobre Negan

[Por Geraldo de Fraga]

Jeffrey Dean Morgan chegou para salvar The Walking Dead. Seu Negan distribuindo porradas com o bastão Lucille era o vilão que os produtores precisavam para sacudir a série, já que depois de seis temporadas, os zumbis não passam de figurantes. A tática usada foi a esperada: fazer de Negan a pessoa mais odiada do universo e pouco a pouco mostrar os mocinhos montando um plano de vingança.

the-walking-dead-s07

No primeiro episódio da temporada, a série já alça Negan à categoria de nêmesis de Rick (Andrew Lincoln), quando executa sem dó nem piedade Abraham (Michael Cudlitz) e Glenn (Steven Yeun) e deixa claro que agora ele é o dono da porra toda. Mas o que difere Negan de outros vilões que já apareceram, como Gareth ou o Governador?

O homem do taco de baseball, além de um exército bem maior, tem subordinados que o seguem cegamente, como um líder religioso. “Eu sou Negan”, dizem, para mostrar o quanto são unidos ao seu chefe. Jeffrey Dean Morgan com sua boca cheia de dentes consegue dar um ar meio cômico ao personagem, mas no breve vislumbre do seu quartel general (quando Carl invade o local) vemos que o sujeito é completamente pirado.

amcs-the-walking-dead-season-7-negan-at-the-window

O final da temporada mostra o início do levante dos desafetos de Negan. Em 2017, The Walking Dead terá mais oito episódios. Esperamos que Negan e os Salvadores sejam melhor detalhados, pois há potencial aí. Além disso, o já habitual faroeste que a série virou não tem muita coisa a acrescentar senão a morte de mais personagens queridos para gerar comoção nas redes sociais.

Continue lendo
1 comentário

1 comentário

  1. Pingback: RESENHA: Dia dos Mortos (1985) x Day of the Dead: Bloodline (2018) | Toca o Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: Ameaça Profunda (2020)

Publicados

em

Ameaça Profunda
[Por Felipe Macedo]
Alien” (1979) foi um divisor de águas no quesito de mesclar gêneros, nesse caso, ficção e horror. Sequências foram realizadas assim como cópias com qualidades que iam do mediano ao lixo total. E agora nesse inicio de década, surge “Ameaça Profunda” (Underwater), um filme com toda pinta do primo famoso, estrelado por Kristen Stewart e coincidentemente do mesmo estúdio. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

SÉRIE: Dracula (2020)

Publicados

em


[Por Jarmeson de Lima]
Quando uma produção como “Dracula” é lançada, a nossa primeira preocupação é imaginar o quão fiel pode ser a adaptação da obra original. E no caso, estamos falando de um livro de Bram Stoker que serviu de inspiração para inúmeros filmes nos últimos 100 anos. Sendo assim, o que a dupla Mark Gatiss (Sherlock) e Stephen Moffat (Doctor Who) poderiam nos trazer de novo? Logo nos créditos, os dois deixam claro que esta minissérie da BBC e exibida na Netflix é “baseada” e não “adaptada” da obra original, o que nos faz crer que haja certas liberdades no roteiro sem a intenção de ser uma transcrição fiel da trama com o mesmo personagem que “ganhou vida” em 1897.
(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: O Farol (2019)

Publicados

em


[Por Rodrigo Rigaud]*
Após A Bruxa, difícil resistir a lançar holofotes sobre o novo longa de Robert Eggers – ainda o segundo de sua carreira. Para quem mergulhou no universo de isolamento, fanatismo, loucura e fantasia – um horror, de fato – de seu filme debut, O Farol (The Lighthouse) poderá soar como um naufrágio na potência de seu cinema. (mais…)

Continue lendo

Trending