conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: Vida (2017)

Publicados

em

[Por Felipe Macedo]

Filmes com a temática de terror espacial estão voltando aos holofotes graças ao sucesso comercial de Prometheus e o buzz gerado pela sua sequência Alien: Covenant. Vida se encontra nesse meio com a promessa de trazer arrepios arrancando gritos da plateia contando ainda com um elenco famoso e roteiristas da moda. O filme é esse arrepio todo? Ou ele fica apenas na promessa?

Encabeçado por Ryan Reynolds e Jake Gyllenhaal, tendo Rhett Reese e Paul Wernick, dupla de roteiristas responsável pelo sucesso Deadpool, além de ser dirigido por um inspirado Daniel Espinosa, o longa não nega que bebe da fonte de Alien (1979). Seja pelo o titulo surgindo no espaço, como pela ambientação, personagens parecidos e uma criatura medonha que não descansará até ver todos mortos, Vida é isso.

O filme segue o cotidiano da equipe que habita uma base espacial e que tem a rotina abalada quando descobrem que existe sim, vida em Marte. A euforia inicial pela descoberta logo se transforma em medo e pavor quando a inicialmente pacífica criatura revela um gosto especial por carne humana, além de ter uma inteligência acima da média. Na medida em que o estrelado elenco vai parar no bucho do monstro, seu tamanho e sagacidade aumentam, deixando os sobreviventes cada vez mais sem saída.

Um lance legal é que esta produção não enrola e entrega rápido o que o público deseja. Aqui não existe embromação filosófica e assim o monstro começa agir rápido. A direção é bastante inspirada em criar cenas de forte apelo visual além de criar momentos tensos e sufocantes. Quem assistiu pelo menos um filme do famoso xenomorfo vê que a solução para as situações tensas são bem óbvias.

O roteiro tem diálogos inspirados e cheios de referências aos filmes espaciais dos anos 50, além de uma cena clássica de Re-Animator, que infelizmente a tradução brasileira fez besteira e traduziu o dialogo de forma errada. Voltando aos anos 50, vale citar que além de Alien, uma grande inspiração veio de A Bolha Assassina.

No fim das contas, Vida é como aquele velho feijão com arroz feito para astronautas que se for feito de forma competente, continua gostoso do mesmo jeito que é feito na Terra.

Escala de tocância de terror:

Título Original: Life
Ano: 2017
Elenco: Ryan Reynolds, Jake Gyllenhaal, Rebecca Ferguson
Roteiro: Rhett Rheese, Paul Wernick
Direção: Daniel Espinosa

Continue lendo
5 Comentários

5 Comments

  1. edugnf

    31 de julho de 2017 a 23:21

    Eu assisti a este filme sem ler nada sobre a produção … gostei é acima da média… bem produzido e dirigido … a historia passa nos dias atuais de forma clara e direta .. pra mim pode ser o inicio de uma ótima franquia … elenco nota 10 !! Até que enfim os efeitos especiais foram usados de forma artistica e bem elaborada!

  2. Azul Hernandez

    12 de dezembro de 2017 a 15:51

    Os filmes de suspense são os meus preferidos, mas Vida se tornou no meu filme preferido. Sua historia é muito fácil de entender e os atores podem transmitir todas as suas emoções, é muito interessante. Eu recomendo muito e estou segura de que se converterá numa das minhas preferidas.

  3. Pingback: RETROSPECTIVA: Melhores e Piores Filmes de 2017 | Toca o Terror

  4. O final desse filme é uma delícia que só.

  5. Pingback: LISTA: Top 20 – Melhores filmes da década (2010-2019) | Toca o Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: In Search of Darkness (2019)

Publicados

em

Search of Darkness

[Por Frederico Toscano]*

In Search of Darkness é um documentário com uma proposta simples e direta: destrinchar a produção de horror dos Estados Unidos da década de 80. Lançado em maio do ano passado, acabou não chamando tanta atenção no Brasil (ou mesmo lá fora), provavelmente por não ter recebido uma distribuição e divulgação mais abrangentes. O que é compreensível, já que o projeto não saiu de um estúdio convencional, sendo fruto de uma bem-sucedida campanha de arrecadação dos sites Kickstarter e Indiegogo.

Com a meta alcançada e os fundos garantidos, o diretor e roteirista David Weiner deve ter pensado que os apoiadores mereciam ver seu dinheiro bem empregado. E entregou um filme de quatro horas e meia de duração. E pensar que teve gente reclamando de O Irlandês(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Os Estranhos – Caçada Noturna (2018)

Publicados

em

Caçada Noturna

[Por Felipe Macedo]

O medo da violência atinge a todos nós, cada vez mais assustados com a quantidade de casos assim em todo o mundo. Sendo assim, o único lugar em que nos sentimos seguros é nossa casa, certo? Mas imagina se um trio de assassinos mascarados começa a fazer jogos macabros para te aterrorizar e logo depois te caçar sem piedade? Essa é a trama do primeiro Os Estranhos (2008) e que foi alterada quase que por completo em sua tardia sequência. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: As Fábulas Negras (2015)

Publicados

em

Fábulas Negras

Por Jota Bosco

Rodrigo Aragão, diretor de Mangue Negro (2008), A Noite do Chupacabras (2011) e Mar Negro (2013) lança seu mais novo longa, As Fábulas Negras. Projeto que envolve, além dele, claro, alguns dos principais nomes do gênero no país como Petter Baiestorf e Joel Caetano. E pra fechar com chave de ouro, nada mais que José Mojica Marins (Sim!! José Mojica Marins, porra!!!!). (mais…)

Continue lendo

Trending