conecte-se conosco

Dicas

DICA DA SEMANA: Christine: o Carro Assassino (1983)

Publicados

em

Christine

[Por Geraldo de Fraga]

Quando eu li Christine fiquei impressionado como Stephen King tinha conseguido escrever uma história tão boa com uma tema tão bobo. Lançado em 1983, no início da década que seria o auge da carreira do “mestre do horror”, o livro mostra o jovem estudante Arnie Cunningham que, louco para comprar um carro, investe seu precioso dinheiro em uma velharia que ele encontra no quintal de um idoso esquisito que não hesita em vender o veículo.

O automóvel, um Plymouth Fury 1958, para a infelicidade geral, além de ser uma lata velha é assombrado, tem inteligência própria e, o pior, costuma atacar as pessoas com as quais não vai com a cara. O carro assassino que mata gente, porém, fez sucesso, pois King aprofundou a história trazendo personagens interessantes e usando o enredo para criticar a paixão desenfreada dos americanos por carros.

No mesmo ano em que foi lançado, chegou aos cinema sob o comando de outro que leva a alcunha de “mestre do horror”, ninguém menos que John Carpenter. O filme, óbvio, resume a história original, mas mantém a essência, principalmente pelo elenco competente. Keith Gordon, com sua eterna cara de panaca, dá ao personagem Arnie Cunningham o estilo looser que faz você primeiro sentir pena e depois raiva.

Christine: o Carro Assassino é indispensável pelo combo: John Carpenter + Stephen King + anos 80. Os efeitos especiais são bem feitinhos para a época e é sempre bom lembrar. O filme está disponível do catálogo da Netflix Brasil. Dê uma chance.

Continue lendo
2 Comentários

2 Comments

  1. Pingback: GENTE: John Carpenter | Toca o Terror

  2. Pingback: EVENTO: Mostra Stephen King no CCBB (Rio, SP e Brasília) | Toca o Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas

DICA DA SEMANA: O Soro do Mal (1988)

Publicados

em

O Soro do Mal

Nem é preciso elocubrar muito para dizer que “O Soro do Mal” (Brain Damage) é um daqueles filmes que tem a cara do terror dos anos 80 e que caberia perfeitamente na programação de um Cine Trash. Para os nostálgicos que assistiram antes, revê-lo hoje em dia é um deleite e tanto. Para quem nunca viu… coloque o cinto de segurança. (mais…)

Continue lendo

Dicas

RESENHA: Scare Campaign (2016)

Publicados

em

Scare Campaign

[Por Jarmeson de Lima]

Apesar do catálogo restrito, uma das melhores coisas da Netflix é poder encontrar produções independentes de horror que circularam muito pouco por aí. Um destes bons exemplos é o australiano “Scare Campaign” que foi exibido apenas em festivais de gênero e que agora todos podem assistir na versão nacional da plataforma de streaming. (mais…)

Continue lendo

Dicas

DICA DA SEMANA: Terror em Silent Hill (2006)

Publicados

em

Silent Hill

[Por Júlio Carvalho]

A dica pra o fim de semana é essa adaptação de 2006 para o cinema de “Silent Hill“, famosa franquia de games do fim dos anos 90 de survivor horror da Konami, e que está no catálogo da Netflix Brasil. (mais…)

Continue lendo

Trending