conecte-se conosco

Resenhas

RETROSPECTIVA: Melhores e Piores Filmes de 2017

Publicados

em

Mais um ano se passou e mais uma vez a equipe do Toca o Terror se juntou para elencar as melhores e piores produções do universo do terror no cinema e na Tv/Internet. Teve muita coisa que nos surpreendeu e muita coisa que nos decepcionou também. O certo é que a lista de cada um reflete um pouco o que foi esse ano de 2017 sem grandes surpresas.



* GERALDO

MELHORES
It – A Coisa
, de Andy Muschietti
Vida (Life), de Daniel Espinosa
Corra! (Get Out), de Jordan Peele
Fragmentado (Split), de M. Night Shyamalan
A Dark Song, de Liam Gavin


PIORES

Alien: Covenant, de Ridley Scott
A Múmia (The Mummy), de Alex Kurtzman
Annabelle 2: A Criação do Mal (Annabelle: Creation), de David F. Sandberg
Leatherface – O Início do Massacre (Leatherface), de Alexandre Bustillo, Julien Maury
Don’t Knock Twice, de Caradog James



* FELIPE

MELHORES
It – A Coisa
, de Andy Muschietti
Vida (Life), de Daniel Espinosa
Veronica, de Carlos Algara e Alejandro Martinez-Beltran
The Void, de Jeremy Gillespie, Steven Kostanski
Sharknado 5, de Anthony C. Ferrante


PIORES
Nunca Diga Seu Nome
(The Bye Bye Man), de Stacy Title
Alien: Covenant, de Ridley Scott
A Múmia (The Mummy), de Alex Kurtzman
7 Desejos (Wish Upon), de John R. Leonetti
Leatherface – O Início do Massacre (Leatherface), de Alexandre Bustillo, Julien Maury



* JARMESON

MELHORES
Mãe!
(Mother!), de Darren Aronofsky
It – A Coisa, de Andy Muschietti
Raw, de Julia Ducournau
Vida (Life), de Daniel Espinosa
As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra

PIORES
A Babá
(The Babysitter), de McG
Alien: Covenant, de Ridley Scott
Annabelle 2: A Criação do Mal (Annabelle: Creation), de David F. Sandberg
O Chamado 3 (Rings), de F. Javier Gutiérrez
Sharknado 5, de Anthony C. Ferrante



* JULIO

MELHORES
The Void
, de Jeremy Gillespie, Steven Kostanski
Vida (Life), de Daniel Espinosa
The Sleep Curse, de Herman Yau
Raw, de Julia Ducournau
It – A Coisa, de Andy Muschietti

PIORES
Alien: Covenant
, de Ridley Scott
A Torre Negra (The Dark Tower), de Nikolaj Arcel
A Cura (A Cure for Wellness), de Gore Verbinski
Boneco de Neve (The Snowman), de Tomas Alfredson
O Nevoeiro (The Mist), série da Spike, de Christian Torpe


 

* JOTA BOSCO

MELHORES
Pazúcus: A ilha do desarrego, de Gurcius Gewdner
It – A Coisa, de Andy Muschietti
Raw, de Julia Ducournau
Mãe! (Mother!), de Darren Aronofsky
Creep 2, de Patrick Brice

PIORES
Diário de um Exorcista – Zero
, de Renato Siqueira
A Floresta das Almas Perdidas, de José Pedro Lopes
Além da Morte (Flatliners), de Niels Arden Oplev
Ao Cair da Noite (It Comes at Night), de Trey Edward Shults
Jogo Perigoso (Gerald’s Game), de Mike Flanagan


* GABRIELA

MELHORES
Corra!
(Get Out), de Jordan Peele
Raw, de Julia Ducournau
Creep 2, de Patrick Brice
As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra
Mãe! (Mother!), de Darren Aronofsky

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. Renato St

    30 de dezembro de 2017 a 12:56

    e o podcast vai sair?

  2. Dui Chaves

    31 de dezembro de 2017 a 13:00

    Sério? Vida? É muito clichê o filme, gente, o que foi que viram de bom?

  3. Ximena Sanchez

    13 de setembro de 2018 a 01:38

    Definitivamente Nunca Diga Seeu Nome vale muito à pena, é um dos melhores do seu gênero. Jonathan Penner é uma das razoes pelas quais o filme teve resumos positivos. Mais que filme de terror, é filme de suspense, todo o tempo tem a sua atenção e você fica preso no sofá. Além, tem pontos extras por ser uma historia original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: Ameaça Profunda (2020)

Publicados

em

Ameaça Profunda
[Por Felipe Macedo]
Alien” (1979) foi um divisor de águas no quesito de mesclar gêneros, nesse caso, ficção e horror. Sequências foram realizadas assim como cópias com qualidades que iam do mediano ao lixo total. E agora nesse inicio de década, surge “Ameaça Profunda” (Underwater), um filme com toda pinta do primo famoso, estrelado por Kristen Stewart e coincidentemente do mesmo estúdio. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

SÉRIE: Dracula (2020)

Publicados

em


[Por Jarmeson de Lima]
Quando uma produção como “Dracula” é lançada, a nossa primeira preocupação é imaginar o quão fiel pode ser a adaptação da obra original. E no caso, estamos falando de um livro de Bram Stoker que serviu de inspiração para inúmeros filmes nos últimos 100 anos. Sendo assim, o que a dupla Mark Gatiss (Sherlock) e Stephen Moffat (Doctor Who) poderiam nos trazer de novo? Logo nos créditos, os dois deixam claro que esta minissérie da BBC e exibida na Netflix é “baseada” e não “adaptada” da obra original, o que nos faz crer que haja certas liberdades no roteiro sem a intenção de ser uma transcrição fiel da trama com o mesmo personagem que “ganhou vida” em 1897.
(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: O Farol (2019)

Publicados

em


[Por Rodrigo Rigaud]*
Após A Bruxa, difícil resistir a lançar holofotes sobre o novo longa de Robert Eggers – ainda o segundo de sua carreira. Para quem mergulhou no universo de isolamento, fanatismo, loucura e fantasia – um horror, de fato – de seu filme debut, O Farol (The Lighthouse) poderá soar como um naufrágio na potência de seu cinema. (mais…)

Continue lendo

Trending