conecte-se conosco

Dicas

RESENHA: The Nightmare (2015)

Publicados

em

[Por Felipe Macedo]

Imaginou estar deitado em sua cama e não conseguir se mover ou falar? A situação por si já é assustadora e traumática, agora adicione uma ameaça sobrenatural que te ataca nessa situação? “The Nightmare” apresenta vários relatos de pessoas comuns que passaram por momentos de desespero durante o sono. E é justamente nisso que o longa de Siegfried Peters que está no catálogo da Netflix se foca.

Quando eu tinha por volta de sete anos passei por uma situação que considerei como um terrível pesadelo. Mesmo depois de tantos anos nunca esqueci esse momento que me marcou. E após ver este filme, percebi que recebi a visita da entidade que o documentário retrata como sendo a figura que amedronta o imaginário de muita gente.

Imaginem o cagaço que passei. Numa noite comum, dormindo no mesmo quarto com minha mãe e irmãos, vi projetado na parede essa entidade que me encarava e chicoteava o vento. O som era cada vez mais forte e por mais que tentasse gritar e me mexer eu não conseguia, paralisado de medo… Até que depois dormi do nada.

Após este breve flashback, vamos ao filme… O longa segue a regra de vários documentários que mostram os relatos das vítimas, seguidas de reconstituições. É aí que entra o horror. As cenas são bem produzidas e conseguem representar bem os momentos de medo de forma bastante efetiva. Nesse sentido, “The Nightmare” consegue ser superior a vários filmes que são vendidos como terror.

O maior defeito do longa é não ter embasamento cientifico ou de qualquer outro meio, dando aquela impressão de um sensacionalismo forçado… No entanto, se eu não tivesse passado por uma situação semelhante não teria comprado a ideia. Pra quem procura algo diferente e curte o formato de documentário, precisa conhecer essa obra. Mesmo que você não acredite no que está sendo passado, com certeza, um arrepio na espinha você vai sentir com a possibilidade disso ser real.

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. Pingback: Os melhores filmes de terror para assistir na Netflix no Halloween

  2. Pingback: LISTA: Top 20 – Melhores filmes da década (2010-2019) | Toca o Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas

DICA DA SEMANA: Piquenique na Montanha Misteriosa (1975)

Publicados

em

Piquenique na Montanha Misteriosa

Ah, a Austrália…. Nunca fui, mas gosto de muitos longas que se passam lá: Mad Max, O Corte da Navalha, Pelos Caminhos do Inferno, Wolf Creek, Morte Súbita. Porém, o filme que indicarei hoje não tem 0,1% da violência desses que eu falei, mas não deixa de ser um belo exemplar do cinema de horror da terra dos cangurus.

Piquenique na Montanha Misteriosa (Picnic at Hanging Rock, 1975) é um dos primeiros trabalhos do diretor Peter Weir em sua terra natal. Depois ele partiu para os EUA, onde dirigiu grandes produções como O Show de Truman, A Testemunha e Sociedade dos Poetas Mortos e colecionou indicações ao Oscar.

O roteiro de Cliff Green, baseado no livro de Joan Lindsay, conta a história de um grupo de jovens estudantes de um colégio para moças que, em 14 de fevereiro de 1900, partiram para uma excursão a Hanging Rock, um conjunto de montanhas que tinha a má fama de ser um local onde coisas esquisitas acontecem. E, claro, acontecem no filme também. Três meninas e uma professora somem durante o passeio.

A partir daí, um clima de histeria coletiva toma conta da cidade e do colégio. Mas, como citado acima, não veremos um pingo de sangue nos momentos de tensão. O filme de Peter Weir tem uma forte pegada de conto de fadas e faz muitas referências a sonhos. Além disso, o diretor explora com perfeição a paisagem inóspita da Austrália, que era praticamente intocada, no início do século passado.

Não precisa dizer que Piquenique na Montanha Misteriosa é o que se costuma chamar de “lento”, mas se você curte fugir um pouco do banho de sangue e entrar de cabeça em produções mais “viajadas”, a dica está dada. Tem no YouTube, mas sem legendas.

Continue lendo

Dicas

DICA DA SEMANA: Pequeno Demônio (2017)

Publicados

em

Pequeno Demônio

[Por Felipe Macedo]

Filmes com crianças diabólicas estão entre nós há muito tempo, tendo como principal exemplo o clássico “A Profecia”. E como o cinema vez ou outra mostra crianças como monstros capazes de terríveis atrocidades, “Pequeno Demônio” (Little Evil), filme original da Netflix é o novo exemplo deste sub-gênero. Quer dizer… mais ou menos. Aqui o tom não é de terror e sim de comédia que satiriza esse filão de forma bacana. (mais…)

Continue lendo

Dicas

DICA DA SEMANA: Tokyo Zombie (2005)

Publicados

em

Tokyo Zombie

[Por Jarmeson de Lima]

Pense num filme esculhambado (no bom sentido) e você vai chegar perto do que é Tokyo Zombie, produção de 2005 e que poderá ser vista por você ao alcance de um click na Amazon Prime. Produto da mente insana de Sakichi Satô e baseado num mangá de mesmo nome, o filme apresenta o ataque de mortos vivos (advinha onde?)… em Tokyo! (mais…)

Continue lendo

Trending