conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: A Primeira Noite de Crime (2018)

Publicados

em

Primeira Noite de Crime

A violência e o caos durante uma noite são “soluções” para a desigualdade social e terror urbano? Se você tivesse coragem conseguiria expurgar alguém, para conseguir encontrar um suposto equilíbrio interior? Ou só se divertiria causando sofrimento e dor a um semelhante? A ideia da franquia “Uma Noite de Crime” é muito boa,mas nunca foi utilizada de maneira satisfatória.

Nesse novo exemplar, “A Primeira Noite de Crime” (The First Purge), acompanhamos o primeiro expurgo e sua comoção mundial, mostrando vários pontos de vista e a corrupção que move os interesses dos mais ricos enquanto os mais necessitados são jogados numa arena mortal para diversão dos demais. Esta seria a proposta de um novo governo para acalmar as tensões sociais e ironicamente reduzir os índices de criminalidade. Para quem viu os filmes anteriores, não há nada de novo aqui. E infelizmente nada muito bem executado. Mas vamos por partes…


A trama, como se pode notar quer abordar as origens dessa “noite de expurgo” mas consegue a proeza de ser rasa e apenas abordar temas sociais sem se aprofundar. O filme prefere se focar na ação e em pequenas doses de horror, pequenas mesmo. Os personagens são estereotipados ao extremo e entregam diálogos capengas, expositivos demais e com atitudes estúpidas. Claro, isso é culpa do roteiro extremamente preguiçoso de James DeMonaco, criador da franquia, que tinha em mãos algo poderoso mas optou por entregar um produto pseudo social.

A direção de Gerard McMurray entrega os mesmos maneirismos do diretor dos anteriores e consegue ainda se superar ao criar cenas de ação sem nenhum apelo à realidade. Detalhe que essa é uma coisa que esse projeto exigia para dar um tom mais tenso e urgente para a plateia ficar tensa na ponta da cadeira. Só que infelizmente o filme entra no hall de diversão escapista e só. Dá pra assistir numa boa, mas é decepcionante que não seja aproveitado o potencial da ideia. E se não tiver visto nenhum dos filmes anteriores, veja ao menos um deles.

Escala de tocância de terror:

Diretor: Gerard McMurray
Roteiro: James DeMonaco
Elenco: Jovian Wade, Lex Scott Davis, Y´Lan Noel, Marisa Tomei
Ano de lançamento: 2018
País de origem: EUA

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: O Grito (2020)

Publicados

em

O grito

Passados 16 anos do lançamento de um remake que rendeu duas continuações (uma delas feita para lançamento em vídeo), temos aqui o quarto filme da franquia americana de “O Grito”. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Doutor Sono (2019)

Publicados

em

Doutor Sono

[Por Osvaldo Neto]

As adaptações das obras de Stephen King, um escritor que goza de imensa popularidade internacional, são quase que um subgênero do horror no cinema e TV. Desde que Brian De Palma fez CARRIE – A ESTRANHA que filmes e séries baseados e/ou inspirados pelo autor são produzidos em escala massiva e geram bastante expectativa para quem acompanha o gênero. Chegando às salas comerciais pouco após IT – CAPÍTULO 2, DOUTOR SONO é a segunda grande produção da Warner Bros com a grife S. K. lançada em 2019 com estreia nacional nesta semana.

(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Color Out of Space (2020)

Publicados

em

Color Out of Space

H.P Lovecraft voltou a ficar em evidência, seja em games como “Call of Cthulhu” (2018) e “The Sinking City” (2019) como em adaptações cinematográficas. Só neste ano de 2020 já tivemos duas obras inspiradas no autor, tendo elementos e personagens de suas obras em “Ameaça Profunda” e agora “Color Out of Space”, uma adaptação direta de um dos seus celebres contos e o motivo desse texto existir. (mais…)

Continue lendo

Trending