conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: Diário de Horrores (2017)

Publicados

em

Diário de Horrores

[Por Felipe Macedo]

Outubro é conhecido como o mês do terror por conta do Halloween, vulgo “Dia das Bruxas”. Sabendo disso, produtoras inundam cinemas, Tv, games e outras mídias de conteúdo desse tipo. Com Michael Myers de volta aos cinemas, a Netflix soltou uma chuva de filmes e séries do gênero, incluindo aqui “Diario de Horrores” (Creeped Out), produção da BBC e adquirida para distribuição mundial pela gigante do streaming.

Séries de antologia estão na moda, porém a proposta de “Diario de Horrores” se aproxima mais de outra série clássica, mais precisamente “Contos da Cripta”. O diferencial neste caso é o público-alvo que são crianças e jovens a partir de 10 anos meio como era o seriado “Goosebumps”.

As similaridades com a antiga série da HBO não param só no formato antológico. Temos aqui também um personagem que faz a ligação e que de certa forma apresenta as histórias. Nosso apresentador agora toma a forma de uma criança mascarada (seria mesmo uma?) que é chamada de Curioso, sempre aparecendo no início e no fim de cada episódio.

A temporada possui 13 episódios que são mostrados como contos de fantasia e terror, dando mais espaço para esse primeiro. As histórias são curtas e duram em média 25 minutos. Em cada história povoam em sua duração fantasmas, maldições, demônios e outras coisinhas. Como já dito antes, a série é para crianças. Ou seja, não espere gore ou aberrações monstruosas. O negócio aqui é mais sugerido e serve principalmente como porta de entrada ao gênero.

Como é de se esperar, o resultado é um tanto irregular. Existem contos bons e outros nem tanto, mas o resultado final de “Diário de Horrores” é satisfatório. A diversão aqui é a palavra de ordem e teve em mim até certo valor nostálgico. A criança que ainda tenho em mim gostou do resultado.

Escala de tocância de terror:

Continue lendo
1 comentário

1 comentário

  1. Pingback: RESENHA: Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro (2019) - Toca o Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: O Grito (2020)

Publicados

em

O grito

Passados 16 anos do lançamento de um remake que rendeu duas continuações (uma delas feita para lançamento em vídeo), temos aqui o quarto filme da franquia americana de “O Grito”. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Doutor Sono (2019)

Publicados

em

Doutor Sono

[Por Osvaldo Neto]

As adaptações das obras de Stephen King, um escritor que goza de imensa popularidade internacional, são quase que um subgênero do horror no cinema e TV. Desde que Brian De Palma fez CARRIE – A ESTRANHA que filmes e séries baseados e/ou inspirados pelo autor são produzidos em escala massiva e geram bastante expectativa para quem acompanha o gênero. Chegando às salas comerciais pouco após IT – CAPÍTULO 2, DOUTOR SONO é a segunda grande produção da Warner Bros com a grife S. K. lançada em 2019 com estreia nacional nesta semana.

(mais…)

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Color Out of Space (2020)

Publicados

em

Color Out of Space

H.P Lovecraft voltou a ficar em evidência, seja em games como “Call of Cthulhu” (2018) e “The Sinking City” (2019) como em adaptações cinematográficas. Só neste ano de 2020 já tivemos duas obras inspiradas no autor, tendo elementos e personagens de suas obras em “Ameaça Profunda” e agora “Color Out of Space”, uma adaptação direta de um dos seus celebres contos e o motivo desse texto existir. (mais…)

Continue lendo

Trending