conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: One Cut of The Dead (2018)

Publicados

em

One Cut of The Dead
[Por Jarmeson de Lima]
A premissa aqui é maravilhosa. Um filme japonês de zumbis com um plano sequência sem cortes! Estrelando: um diretor alucinado, uma equipe inexperiente e um elenco amador. Não podia ser melhor, certo? Sendo que não é beeeem assim.

Assim que você dá o play em “Plano Sequência dos Mortos” (One Cut of the Dead) somos brindados com essa tão falada longa tomada com o que seria uma produção de terror de baixo orçamento. No filme dentro do filme, uma invasão zumbi ocorre em paralelo a essa gravação atacando os atores e os técnicos.
Por pouco mais de meia hora, vemos essa sequência ocorrer da maneira mais bizarra e improvável possível, assim como acontece com a maioria dos longas de terror que vem da Terra do Sol Nascente. Daí o momento found-footage termina e é revelada uma surpresa após os créditos que faz com que ele se torne ainda mais inusitado! Mas é aqui que paro de falar da história do filme pra não dar spoiler.

Com uma produção real de oito dias com um custo irrisório de 25 mil dólares, o longa faturou só nesse boca a boca virtual cerca de 25 milhões viralizando a tal ponto de já estar disponível em canais de streaming mundo afora e até em catálogo de filmes em vôos internacionais.
Uma coisa é certa, em uma época em que estamos tão saturados de filmes de zumbis, “Plano-Sequência dos Mortos” funciona bem e nos traz um roteiro criativo. Pode também parecer batido brincar com metalinguagem, mas também assim ele se garante apesar de umas forçadinhas de barra aqui e ali.

Pra quem é nostálgico pelos SOVs (Shot on Video), a segunda metade do longa é um deleite que apresenta tudo o que pode e não pode rolar num filme de terror. Sangue, atuação cretina e risadas estão garantidas.

Escala de tocância de terror:

Diretor: Shin’ichirô Ueda
Roteiro: Shin’ichirô Ueda (screenplay)
Elenco: Takayuki Hamatsu, Yuzuki Akiyama, Harumi Shuhama
Ano de produção: 2017
País de origem: Japão

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. Pingback: LISTA: Top 20 – Melhores filmes da década (2010-2019) | Toca o Terror

  2. Pingback: LISTA: Top 20 – Melhores filmes da década (2010-2019) – Toca o Terror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: Contato Visceral (2019)

Publicados

em

Contato Visceral

Sinceramente, alguns títulos traduzidos da Netflix atrapalham mais do que ajudam na hora de decidir o que ver. Se não fosse alguns colegas falarem bem de “Wounds“, eu jamais chegaria perto de assistir o filme que está no catálogo de streaming com o nome de “Contato Visceral“.

Dirigido por Babak Anvari, o mesmo autor de “À Sombra do Medo” (Under The Shadow), esta produção com selo Netflix vai fisgar a atenção de quem curte um horror sobrenatural perturbador.

(mais…)

Continue lendo

Resenhas

SÉRIE: Marianne (2019)

Publicados

em

marianne
[Por Felipe Macedo]
Histórias de bruxas sempre fascinaram o público. Sejam elas voltadas pra algo mais assustador ou infantil, essas personagens sempre causaram certo impacto. A lenda da bruxa má povoa nossa imaginação desde a infância em histórias como “João e Maria” e depois na vida adulta em filmes como “Suspiria”. A Netflix sabendo do interesse sobre o tema e na falta de produções atuais sobre o assunto, trouxe recentemente para seu catálogo a série francesa “Marianne” prometendo noites insones para o público. (mais…)

Continue lendo

Resenhas

SÉRIE: O Mundo Sombrio de Sabrina (2018)

Publicados

em

O Mundo Sombrio de Sabrina

[Por Jarmeson de Lima]

Ocultismo, bruxaria e paganismo em uma série para um público adolescente tem mais conteúdo macabro do que muito seriado com renome por aí. “O Mundo Sombrio de Sabrina” (Chilling Adventures of Sabrina) tem se revelado muito mais do que uma releitura da série de TV dos anos 90 que apresentava uma simpática feiticeira ajudando seus amigos com truques de mágica. (mais…)

Continue lendo

Trending