conecte-se conosco

Dicas

DICA DA SEMANA: Numa Noite Escura (1982)

Publicados

em

Noite Escura

[Por Felipe Macedo]

Sendo grande fã dos filmes de horror dos anos 80, sempre ouvi falar muito bem de “Numa Noite Escura” (One Dark Night), que por coincidência foi realizado no ano do meu nascimento. Finalmente aquietei o facho e matei a curiosidade assisitindo a ele numa noite com ventania e igualmente escura com a ajuda de uma cópia no YouTube.

O longa tem no elenco Meg Tily, velha conhecida nossa em um dos seus primeiros papeis e também o inesquecível Batman, Adam West. Sem falar de um personagem que passa o filme quase todo com uma escova de dentes na boca. A trama segue a mocinha (Tily) que está determinada em entrar numa fraternidade comandada por uma megera loira que certifica que as candidatas só podem entrar após uma série de desafios.

A última fase de testes está para ter início e o desafio da protagonista é passar a noite sozinha num mausoléu. Enquanto suas “irmãs” preparam vários truques para assustá-la, o terror aparece na forma de um defunto que foi um homem com poderes sobrenaturais malignos, fazendo com que a noite se transforme numa luta pela sobrevivência.

A estrutura do longa não foge ao lugar-comum, lembrando bastante os slashers que já conhecemos com mocinhas boazinhas demais e suas rivais bitches além da conta, além dos rapazes bonitos, corpos sarados e personagens estereotipados com pouca profundidade. Sabemos quem vive ou morre logo de cara, apesar de ter algumas surpresas no meio do caminho. Uma curiosidade é que o diretor desse filme (Tom McLoughlin) é o mesmo de “Sexta-Feira 13 VI – Jason Vive” (1986).

Numa Noite Escura” tem algo de climático onde o terror vai sendo construído aos poucos, mostrando ao que veio só no final. Enquanto isso, temos uma atmosfera até que razoavelmente sinistra e estranha, mas que é prejudicada um pouco pelo fraco elenco. O clímax em si é um pesadelo vindo dos anos 80. Mas mesmo com todos seus excessos, hoje em dia consegue causar algum impacto.

Continue lendo
2 Comentários

2 Comments

  1. Wagner Andrade

    24 de novembro de 2018 a 14:34

    Mais uma pérola slascher dos anos 80 que ainda n tinha visto. Mesmo já ter passado na tv por diversas vezes eu nunca tinha ouvido falar e também de lembrar da propaganda na tv. Bom, consegui uma cópia e ontem fui vê pra dá meu veredito. Antes de falar sobre a trama esse filme tem imagem parecida com aquelas que víamos nos cinemas na década de 80 com sujeiras na imagem e como mudança de imagem brusca como se estivesse trocando o rolo. Bom, agora irei falar um pouco do filme. “One Dark Night” O roteiro foi escrito originalmente sob o título de Rest in Peace, mais tarde modificado para o seu título final. O filme tem uma premissa bem interessante mas que n foi bem desenvolvida. Ele tem aquele clima bem sinistro quando as jovens entram no mausoléu e passam a sofrer com os poderes telecinéticos de um físico que foi recém sepultado. A trama é arrastada, e o clima atmosférico e claustrofóbico só ocorre nos vinte minutos finais. Os efeitos são visuais são bons para a época. Aqui n se tem sangue e violência. As cenas com os zumbis são bem toscas pq ao invés de terem usados humanos simplesmente usaram bonecos que mais parecem aqueles usados nos trens fantasmas de parque de diversões. O elenco tem a linda Meg Tilly e o saudoso Adam West, o lendário Batman. Portanto “One Dark Night” n achei ruim, já vi slaschers bem piores.

  2. Wagner Andrade

    24 de novembro de 2018 a 14:37

    Enquanto vc era nascido ou estava perto de nascer eu já tinha 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas

DICA DA SEMANA: O Soro do Mal (1988)

Publicados

em

O Soro do Mal

Nem é preciso elocubrar muito para dizer que “O Soro do Mal” (Brain Damage) é um daqueles filmes que tem a cara do terror dos anos 80 e que caberia perfeitamente na programação de um Cine Trash. Para os nostálgicos que assistiram antes, revê-lo hoje em dia é um deleite e tanto. Para quem nunca viu… coloque o cinto de segurança. (mais…)

Continue lendo

Dicas

RESENHA: Scare Campaign (2016)

Publicados

em

Scare Campaign

[Por Jarmeson de Lima]

Apesar do catálogo restrito, uma das melhores coisas da Netflix é poder encontrar produções independentes de horror que circularam muito pouco por aí. Um destes bons exemplos é o australiano “Scare Campaign” que foi exibido apenas em festivais de gênero e que agora todos podem assistir na versão nacional da plataforma de streaming. (mais…)

Continue lendo

Dicas

DICA DA SEMANA: Terror em Silent Hill (2006)

Publicados

em

Silent Hill

[Por Júlio Carvalho]

A dica pra o fim de semana é essa adaptação de 2006 para o cinema de “Silent Hill“, famosa franquia de games do fim dos anos 90 de survivor horror da Konami, e que está no catálogo da Netflix Brasil. (mais…)

Continue lendo

Trending