conecte-se conosco

Eventos

EVENTO: A Vingança dos Filmes B – Parte IX (Porto Alegre)

Publicados

em

A Vingança dos Filmes B

A Vingança dos Filmes B chega a sua nona edição acreditando no cinema de gênero como ferramenta de contestação e arma vital para a resistência cultural. Durante 10 dias serão exibidos na tela da Cinemateca Capitólio 23 longas e 30 curtas metragens dos mais variados gêneros, de documentários, passando pelo cinema de horror e ficção científica, pelo giallo e o western spaghetti, até comédias anárquicas e filmes de ação brutais.

A mostra continua seguindo o propósito de servir de vitrine tanto para produções undergrounds, filmes independentes de baixo orçamento, como para clássicos do cinema de gênero. O cartaz desta edição foi fotografado por Rodrigo Pilha, tendo como modelo a primeira dama da cinefilia portoalegrense Aida Ferrás, e com a participação do fiel público do Projeto Raros.

O homenageado desta edição será o lendário ator uruguaio George Hilton (1934-2019), um dos mais notórios protagonistas do cinema popular italiano, conhecido do público brasileiro principalmente por seus papéis em clássicos do western spaghetti, como “Vou, Mato e Volto” (1967), de Enzo G. Castellari, e no cinema giallo, os violentos thrillers italianos, em filmes como “A Cauda do Escorpião” (1971) e “Todas as Cores da Escuridão” (1972), ambos de Sergio Martino. A sessão de abertura da mostra será com o documentário “George Hilton – O Mundo é dos Audazes”, do diretor brasileiro Daniel Camargo, que ao se debruçar sobre a vida e a carreira de Hilton produziu um valioso panorama do cinema de gênero italiano. No decorrer do evento serão exibidos cinco filmes essenciais da carreira de George Hilton.

Uma nova geração de cineastas de vários estados brasileiros estará presente em sessões de curtas metragens dedicadas ao cinema fantástico, de produções amadoras e estudantis até filmes premiados. Nesta edição a mostra contará com a participação especial do Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico de São Paulo. Na sessão Conexão Cinefantasy serão exibidos os filmes vencedores da última edição, com produções advindas da Rússia, França, Espanha, Itália, Reino Unido e Brasil.

O célebre ator Peter Fonda, falecido em agosto de 2019, será lembrado com dois de seus filmes mais cultuados, os movimentados “Fuga Alucinada” (1974) e “Corrida com o Diabo” (1975). A Sessão Post Mortem será dedicada ao universo dos filmes de zumbis com três obras emblemáticas do gênero “A Volta dos Mortos Vivos” (1985), “Zeder” (1983) e “Os Mortos Vivos” (1981).

Neste ano “Sexta-Feira 13“, um dos slashers mais famosos da história do cinema de horror, comemora 40 anos. Além de uma exibição especial do filme que originou a série, realizaremos uma maratona na companhia de Jason Vorhees, adentrando a madrugada na Cinemateca Capitólio com a exibição de três das sangrentas sequências de “Sexta-Feira 13”.

A mítica produtora norte-americana Troma estará presente na mostra com os alucinados e anárquicos “Tromeo e Julieta” (1996) e “Surfistas Nazistas Devem Morrer” (1987). Dois exemplares do radical cinema de baixo orçamento produzido e distribuído pelo lendário Lloyd Kaufman. Outra lenda do cinema independente, o catarinense Peter Baiestorf, estará presente para a exibição comemorativa de 25 anos de “O Monstro Legume do Espaço”; um clássico do cinema underground brasileiro. Além de exibir seu novo curta-metragem “290 Venenos”.

A Sessão Cripta dos Clássicos exibirá três obras de suma importância para o cinema fantástico: “A Aldeia dos Amaldiçoados” (1960), de Wolf Rilla, “O Incrível Homem que Encolheu” (1957), de Jack Arnold, e o episódico “Na Solidão da Noite” (1945), produção inglesa que tem entre seus diretores o brasileiro Alberto Cavalcanti. E para finalizar, em tempos de terraplanismo e estupidez generalizada, resgatamos a comédia “Idiocracia ” (1996), de Mike Judge, criador de Beavis & Butt-Head. Considerada absurda na época de seu lançamento, está sátira sobre a imbecilização da sociedade revelou-se profética.

O encerramento da mostra se dará com outro documentário, “O Coringa do Cinema“, de Sérgio Kieling. Baseado no livro homônimo de Matheus Trunk, a obra retrata a vida de Virgílio Roveda, o Gaúcho, um verdadeiro operário do cinema paulista, memória viva das produções da Boca do Lixo.

PROGRAMAÇÃO

06 de fevereiro (Quinta)
20h- Sessão de Abertura: George Hilton – O Mundo é dos Audazes (107’) Entrada franca.

07 de fevereiro (Sexta)
8h- Especial George Hilton: Vou, Mato e Volto (105’)
20h- Projeto Raros: Fuga Alucinada (93’) Entrada franca.

08 de fevereiro (Sábado)
14h- Sessão Cripta dos Clássicos: A Aldeia dos Amaldiçoados (77’)
18h- Sessão Troma Fever I: Surfistas Nazistas Devem Morrer (83’) (Entrada franca).
21h- Conexão Cine Fantasy: 2050 (4’) + Kin (4′) + Meu Irmão Juan (9′) + Raimundo Quintela, o caçador de vira porco (14′) + Éter (10′) + Estigma (14′) + Noite de Sorte (12’) + Who’s That Man Inside My House? (10′) + Vômito + Mariposas ao Redor da Luz (13′). Total: 94 min. Entrada franca.
23h59- Maldita Meia Noite – Sessão Post Mortem: A Volta dos Mortos Vivos (91’)

09 de fevereiro (Domingo)
14h- Sessão Malditos Curtas I: Cova Humana (10’) + Dead Teenager Séance (21’) + Pop Ritual (21’) + Amor, Sangue, Dor (9’) + 11 Minutos (17’). Total: 77 min. Entrada franca.
18h- Sessão Maldita Matinê- Corrida com o Diabo (88’)
20h- Sessão Troma Fever II: Tromeo & Julieta (Entrada franca).

11 de fevereiro (Terça)
18h- Sessão Shoot or Die: O Capenga (9’) + Neurose (6’) + Lilith (2’10”) + I’m Not a Angel (6’24”) + O Mito do Silva (10’) + Máquina de Café em Dia de Fúria (12’) + Visões de Claudeciro (19’). Total: 64 min. (Entrada franca).
20h – Especial George Hilton: As Lágrimas de Jennifer (96’)

12 de fevereiro (Quarta)
18h- Especial George Hilton- Tempo de Massacre (92’)
20h- Sessão Post Mortem: Zeder (99’)

13 de fevereiro (Quinta)
18h – Especial George Hilton: Todas as Cores da Escuridão (95’)
20h- Sessão Cripta dos Clássicos: Na Solidão da Noite (103’)

14 de fevereiro (Sexta)
18h- Especial George Hilton: A Cauda do Escorpião (95’)
20h- Sessão 40 Anos de Sexta-Feira 13 (95’)

15 de fevereiro (Sábado)
14h- Sessão Distopia: Idiocracia (84’)
18h- Malditos Curtas II- A Maior Locadora do Mundo (3′) + Stardust (7’20”) + 1996 (14’25) + Plano Controle (15′) + Programação Normal + O Sorriso de Felicia (20’) + Malandro de Ouro (28′). Total: 95 min. (Entrada franca).
21h- Sessão Post Mortem: Os Mortos Vivos (94’)
23h59- Sessão Madrugada Slasher com Jason Vorhees:
Sexta-Feira 13- Parte 2 (87′)
2h- Sexta-Feira 13- Parte 3 (95′)
4h- Sexta-Feira 13, Parte 4 – O Capítulo Final (91′)

16 de fevereiro (Domingo)
14h- Sessão Cripta dos Clássicos: O Incrível Homem que Encolheu (81’)
18h – Sessão S.O.V- 25 Anos de Monstro Legume: 290 Venenos (10’) + O Monstro Legume do Espaço (82’) (Entrada Franca)
20h- Sessão Memórias da Boca do Lixo: O Coringa do Cinema (78’)

APOIO: Versátil Home Vídeo, ALDA-MPLC, Sandbox, The Raven, Dirty Old Man, Cinefantasy

INFORMAÇÔES: http://www.capitolio.org.br

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eventos

INSCRIÇÕES: 10º CineFantasy (2020)

Publicados

em

Cinefantasy

Estão abertas as inscrições para a décima edição do CINEFANTASY – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Os interessados poderão enviar o material até 13 de março, desde que a temática seja fantástica, horror, ficção científica e/ou fantasia. A novidade desta edição é a ampliação do universo fantástico com filmes de western, thriller e ação, podendo ser da categoria ficção, animação ou documentário.

O tema do 10º CINEFANTASY – O Horror é Real, mira na “necessidade de pautarmos um festival do gênero fantástico com temas ricos ao compromisso civilizatório, às conquistas democráticas, às garantias sociais, contra a censura e todas as formas de autoritarismo e num coro sobre o direito à um planeta saudável”, diz Monica Trigo, diretora do festival.

O artista polonês Jakub Rozalski assina a arte da 10ª edição do CINEFANTASYcom a obra O Demônio do Fogo das Florestas Tropicais. Jakub, nasceu em 1981, em Koszalin. É criador de World of 1920+ (Scythe, Iron Harvest), também é autor da arte arte conceitual do filme Kong: A Ilha da Caveira (2015).

A convite da organização, o artista que tem um olhar crítico aceitou a parceria justamente pelo momento que o planeta passa por gigantescas queimadas com irreversíveis danos às florestas da Amazônia, Austrália e California e ao retrocesso do Brasil nas políticas culturais.

Somando as edições anteriores o Cinefantasy exibiu 927 filmes, 53 atividades formativas, 3.308 filmes inscritos e já homenageou grandes nomes do cinema, como Robert Morgan (The Cat With Hands), Marc Price (Colin), José Mojica Marins (trilogia Zé do Caixão), Ruggero Deodato (Cannibal Holocaust), Juliana Rojas (As Boas Maneiras), Eduardo Sanchez e Dan Myrick (A Bruxa de Blair) e Sergio Mamberti (Castelo Rá-Tim-Bum, o Filme).

O festival se divide nas seguintes sessões competitivas nas categorias Amador, Animação, Estudante, Fantasia, Fantástica Diversidade, Ficção Científica, Horror, Mulheres Fantásticas:
– MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS – são filmes produzidos nos últimos 24 meses, inéditos em Festivais
realizados no estado de São Paulo, captados em qualquer formato.
– MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS – são filmes produzidos nos últimos 24 meses, com duração de até 15
minutos, inéditos em Festivais realizados no estado de São Paulo, captados em qualquer formato

O regulamento completo está disponível no site http://www.cinefantasy.com.br

Continue lendo

Eventos

EVENTO: Sexta-feira 13 com clássicos no MIS-SP

Publicados

em

Frankenstein (1931)
Mais uma vez, o MIS – instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – preparou uma maratona de filmes para os fãs do gênero terror aproveitarem a madrugada da Sexta-Feira 13. Em parceria com a Sony Pictures Home Entertainment, o Museu traz uma seleção especial de grandes clássicos do terror com quatro longas que serão exibidos na sequência.
(mais…)

Continue lendo

Eventos

HQ: Lançamento – "A Máscara da Morte Branca"

Publicados

em


Assombração pernambucana de Branca Dias ganha revista em quadrinhos
Parte integrante do rico panteão de personagens lendários e aterrorizantes das histórias de medo pernambucanas, a judia portuguesa Branca Dias é conhecida por, em noites enluaradas, lavar talheres no Açude do Prata – localizado no bairro de Dois Irmãos, Zona Norte do Recife. Encarcerada durante dois anos pela Inquisição no país natal, ela conseguiu fugir para o Brasil e seu espírito não descansa em paz enquanto houver perseguição e injustiça. (mais…)

Continue lendo

Trending