conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: A Ameaça (2013)

Publicados

em

A Ameaça

O retorno após 15 anos às telonas de John McNaughton (do excelente “Henry: Retrato de um Assassino” e do subestimado “Garotas Selvagens“) em “A Ameaça” (The Harvest), conta a história da jovem Maryann (Natasha Calis, de “Possessão”) que vai morar com os avós (Peter Fonda e Leslie Lyles) após a perda de seus pais.

Em um de seus passeios exploratórios pela região, conhece um garoto doente e acamado chamado Andy (Charlie Tahan, a voz de Victor Frankenstein em “Frankenweenie”), que descobriu ao bisbilhotar a janela de uma casa com uma pequena plantação de milho ao lado (The Harvest! Hã? Hã? 😉 ). Desse encontro nasce uma linda amizade que seria digna do mais belo filme da Sessão da Tarde. Mas………. é um filme de horror, né?

the-harvest

“Está um lindo dia lá fora! Você precisa sair desse quarto! Ter uma vida!” “Jogando Super Mario™ eu já tenho 388 vidas”

Andy vive recluso sob os cuidados dos Young, um casal claramente em crise. Katherine, médica (Samantha Morton, de Minority Report) e Richard (Michael Shannon, de Boardwalk Empire) que aparentemente largou sua profissão de enfermeiro para cuidar exclusivamente do filho. A chegada de Maryann e suas visitas, que logo serão proibidas pela personagem de Morton, trazem um pouco de alegria à monótona vida do garoto.

IMG_8443-560x467

“Quem é minha cuticutibuzingunga do pai?!” “Affff… Sai daqui!”

Maryann, com seu espírito aventureiro e com a insistência em visitar o amigo apesar da proibição, vai descobrir que Katherine é um tanto possessiva e paranóica (personagem que me lembrou um pouco Kathy Bates em “Louca Obsessão“) e que os Young possuem um grande segredo entre as quatro paredes daquela casa.

2girls1cup

2 Girls 1 Cup

A Ameaça” é um filme que graças a uns furos bem básicos no roteiro passa aquela sensação de que faltou alguma coisa… mas que graças à idéia sinistra do argumento, às boas atuações e ao final “Cormaniano”, não te deixa puto porque perdeu seu tempo. Assistível.

Escala de tocância de terror:

Título original: The Harvest
Direção: John McNaughton
Roteiro: Stephen Lancellotti
Elenco: Samantha Morton, Michael Shannon, Natasha Calis
Origem: EUA

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay ou em nossa campanha no APOIA.se!

Simpático de corpo™ Vimeo: https://vimeo.com/jotabosco/ Youtube: https://www.youtube.com/user/sonicbosco/videos

Continue lendo
Clique para comentar

1 comentário

  1. Nerdicine

    26 de dezembro de 2015 a 15:53

    Parece ser interessante. Mas não a ponto de ter pavor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

SÉRIE: Reality Z (2020)

Publicados

em

Reality Z

Apesar do enorme sucesso que fez a última edição do Big Brother, a impressão é que Reality Z, produção brasileira da Netflix que parodia o programa, chegou atrasada. Principalmente pelo fato de ela ser remake de uma minisérie inglesa de 2008: Dead Set. Naquela época, os zumbis estavam na crista da onda, mas hoje em dia, até sucessos como The Walking Dead lutam para se manter de pé.

Em Reality Z, temos uma atração de TV no mesmo formato do BBB que toma conta da vida dos brasileiros, sobretudo nas redes sociais. Enquanto o povo se diverte com as confusões que culminam nas eliminações dos participantes, o apocalipse zumbi explode no Rio de Janeiro. Não demora para que os mortos vivos cheguem ao estúdio e virem uma ameaça para os confinados.

O roteiro alterna entre duas tramas, uma fora e outra dentro das dependências do programa para que em um determinado momento todos os personagens se encontrem no ambiente de confinamento. Curiosamente, cada uma tem um tom diferente. Na emissora, o clima é de comédia, brincando com os clichês do Big Brother, como brigas entre os confinados, e criticando os executivos e TV que buscam audiência a qualquer custo.

Do lado fora, o drama toma conta. Enquanto fogem dos zumbis, mãe e filho se encontram com políticos e policiais corruptos, em meio a um Rio de Janeiro destruído. Mesmo com personagens caricatos demais, é interessante ver alguns debates atuais no Brasil inseridos em um contexto apocalíptico, já que vemos sempre isso em produções estrangeiras.

Na parte técnica, Reality Z faz o ‘feijão com arroz’ suficiente para dar consistência aos seus mortos vivos corredores. Mesmo com uma escorregada aqui e ali, as atuações são satisfatórias e o roteiro flui. Mas, como foi dito anteriormente, a série parece deslocada no tempo, depois de tanta coisa já feita no gênero.

Será que um fã de horror, que já viu e reviu a obra de George A. Romero, ainda aguenta assistir a mais um ‘fim do mundo’? Provavelmente não. Mas se a bagagem cultural do espectador não for tanta e se ele tiver boa vontade sobrando para dar chance a uma produção nacional, Reality Z é totalmente feita para esse público. E dá pro gasto.

Escala de tocância de terror:

Direção: Cláudio Torres e Rodrigo Monte
Roteiro: Cláudio Torres e Rodrigo Monte
Elenco: Sabrina Sato, Ana Hartmann, Ravel Andrade e Luellem de Castro
Origem: Brasil

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay ou em nossa campanha no APOIA.se!

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Doutor Sono (2019)

Publicados

em

Doutor Sono

[Por Osvaldo Neto]

As adaptações das obras de Stephen King, um escritor que goza de imensa popularidade internacional, são quase que um subgênero do horror no cinema e TV. Desde que Brian De Palma fez CARRIE – A ESTRANHA que filmes e séries baseados e/ou inspirados pelo autor são produzidos em escala massiva e geram bastante expectativa para quem acompanha o gênero. Chegando às salas comerciais pouco após IT – CAPÍTULO 2, DOUTOR SONO é a segunda grande produção da Warner Bros com a grife S. K. lançada em 2019 com estreia nacional nesta semana.

(mais…)

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay ou em nossa campanha no APOIA.se!

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: A Torre Negra (2017)

Publicados

em

A Torre Negra

[Por Felipe Macedo]

Stephen King é um dos dos autores mais adaptados do cinema e em meio a tantos filmes, a maioria é de qualidade duvidosa. Poucos são os que merecem ser dignos de menção. O novo longa baseado em sua obra é inspirado na série de livros A Torre Negra e que de acordo com o próprio King bebe da fonte de Tolkien na construção do universo e criaturas fantásticas. (mais…)

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay ou em nossa campanha no APOIA.se!

Continue lendo

Trending