conecte-se conosco

Resenhas

RESENHA: House on Sorority Row (1983)

Publicados

em

Sorority Row

[Por Felipe Macêdo]

Os ‘slasher movies‘ tiveram seu ápice no inicio dos anos 80, devido ao sucesso de filmes como Haloween (1978) e Sexta-Feira 13 (1980). Foi quando surgiram vários clones desses exemplos e todos queriam tirar uma fatia desse sucesso. Em 1983, Mark Rosman, um jovem diretor veio com um ótimo exemplar chamado House on Sorority Row e fez do feijão com arroz algo bastante saboroso e divertido.

A trama já era batida mesmo na época e envolve um grupo de belas garotas residentes de uma fraternidade comandada por uma megera. O momento é de festa, pois as belas estão se formando e deixando para trás a vida juvenil. Uma festança é prometida, mas por falta de verba elas acabam tendo a infeliz ideia de realizar o evento na própria casa de fraternidade. Isso as coloca em confronto direto com a dona da casa e o que se segue é uma terrível fatalidade. Desesperadas, elas tentam encobrir os fatos, mas alguém viu o que aconteceu e essa pessoa está determinada em se vingar e levar todas para o túmulo.

Como já disse, o feijão com arroz é o que dita as regras. E quem já viu um slasher já sabe como a trama vai se desenrolar. Temos a mocinha ética, a bitch, a engraçadinha, um vilão misterioso cuja identidade só será revelada no fim (na verdade nem tanto… quem prestar um pouco de atenção descobre isso bem antes) e por aí vai.

O diferencial é que tudo é acima da média e deixa até filmes mais conhecidos do subgênero no chinelo. A tensão é bem trabalhada e as mortes são bem violentas com um sabor nostálgico, já que pela época tudo era feito de forma prática. Para quem curte os anos 80 e principalmente slashers vai se divertir um bocado.

Título original: House on Sorority Row
Ano: 1983
Direção e roteiro: Mark Rosman
Elenco: Kate Mcneil, Eileen Davidson, Janis Ward, entre outros
País de origem: EUA

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay!

"Nós deixamos de procurar os monstros embaixo de nossas camas, quando percebemos que eles estão dentro de nós"

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resenhas

RESENHA: Operação Overlord (2018)

Publicados

em

Overlord

[Por Jarmeson de Lima]

Convenhamos que filmes de guerra e filmes de terror não são lá muito populares. Às vezes um ou outro fura a bolha de público e passam a ter sucesso, mas não é sempre que isso acontece. Assim sendo, imagine que “Operação Overlord” foi pensado para ser uma mistura de “O Resgate do Soldado Ryan” com “Resident Evil“. (mais…)

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay!

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: Verão de 84 (2018)

Publicados

em

Verão de 84

[Por Felipe Macêdo]

A nostalgia causada pelos anos 80 parece não ter fim e provavelmente vai render mais um bocado, dado o sucesso da série “Stranger Things” e filmes como “IT- A Coisa” (2017). “Verão de 84” bebe desse revival estético daquela década e procura sua identidade nesse meio, trazendo uma trama de mistério com elementos de terror. (mais…)

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay!

Continue lendo

Resenhas

RESENHA: O Homem nas Trevas (2016)

Publicados

em

homemnastrevas_3

[Por Felipe Macedo e Jarmeson de Lima]

O diretor Fede Alvarez, retorna com seu novo trabalho, após ser descoberto pelo diretor Sam Raimi e juntos terem realizado o remake do clássico “Evil Dead – A Morte do Demônio“. O novo trabalho em questão é “O Homem nas Trevas” (Don’t Breathe), mais uma vez produzido pelo seu tutor hollywoodiano. O longa vem como desafio e servirá para provar se o diretor uruguaio seria realizador de um filme só ou se terá vida própria dentro da sétima arte. (mais…)

Gosta de nosso trabalho? Então nos dê aquela forcinha contribuindo através do PicPay!

Continue lendo

Trending